quinta-feira, 24 de outubro de 2013

1 835 - Ida a Aldeia Viçosa e aviso de Daniel Chipenda

Aquartelamento de Aldeia Viçosa, fotografado pelo Carlos Ferreira, em Dezembro 
de 2012. Em baixo, o (furriel) Mário Matos,  de Anadia, junto a placa da estrada do café

O comandante Almeida e Brito e oficiais da CCS do BCAV. 8423 deslocaram-se a Aldeia Viçosa, no dia 24 de Outubro de 1974. O objectivo era, a exemplo de outras deslocações a outras sub-unidades, «estabelecer contactos operacionais». Preparava-se, ao tempo, a remodelação do dispositivo militar e, obviamente, importava diligenciar tarefas e delinear missões. 
Aldeia Viçosa aquartelava a 2ª. CCAV. 8423, comandada pelo capitão miliciano José Manuel Cruz, e de lá, e mais íntimos de mim, eram os furriéis Matos e Letras. Este, desde o curso de Operações Especiais (Ranger´s) de Lamego, tal qual o (alferes miliciano) Machado. O Matos (na foto), meu vizinho de Anadia (ainda hoje) e contemporâneo da Escola Prática de Cavalaria e das longas viagens de Santa Margarida, no SIMCA 1100 do Francisco Neto.   
E quanto ao Governo de Transição de Angola? Agostinho Neto, após o acordo aqui ontem falado, admitia formar governo com a UNITA e a FNLA e afirmou que os militantes do MPLA iriam passar da luta armada para a luta política. Mas o dissonante Daniel Chipenda, em Kinshasa, dava conta da sua não concordância com a assinatura do acordo com os portugueses. Liderava uma facção do MPLA e argumentava que Agostinho Neto não podia falarem nome de todo o movimento (partido).
Chipenda, que tinha sido futebolista da Académica de Coimbra e do Benfica, avisava o governo português: «O cessar-fogo aceite por Agostinho Neto só será respeitado pelas forças que o reconhecem como chefe». Muitas águas se iriam passar sob a ponte da independência que se pretendia construir em alicerces de paz!


- CHIPENDA. Daniel Chipenda nasceu no Lobito, a 15 de Maio de 1931, e faleceu em Cascais, a 28 de Fevereiro de 1996. Integrou o MPLA e destacou-se como comandante da Frente Leste, antes de criar a Revolta de Leste, uma facção do MPLA. Posteriormente junta-se à FNLA, de onde sai para, de novo, integrar o MPLA; sai novamente em Julho de 1992. Daniel Chipenda era da etnia ovimbundo. Ver em http://pt.wikipedia.org/wiki/Daniel_Chipenda

Sem comentários:

Enviar um comentário