CAVALEIROS DO NORTE / BCAV. 8423!

CAVALEIROS DO NORTE!! Batalhão de Cavalaria 8423, última guarnição militar portuguesa nas terras uíjanas de Quitexe, Zalala, Aldeia Viçosa, Santa Isabel, Vista Alegre, Ponte do Dange, Songo e Carmona! Em Angola, anos de 1974 e 1975!

terça-feira, 28 de maio de 2024

O encontro dos 50 anos das 1ª. CCAV. e 3ª. CCAV. 8423 é em Santa Margarida!

 

 A CCS no RC4 e no encontro de 2017




Os encontros anuais das 4 companhias dos Cavaleiros do Norte do  BCAV. 8423 estãoem vésperas de assinalar os 50 anos da partida para Angola. 
A 1 de Junho, já no próximo sábado e no Regimento de Cavalaria nº. 4, em Santa Margarida, estarão as subunidades de Zalala e da Fazenda Santa Isabel.
Om de a CCS já contraternizou em 2017 - como se pode recordar na imagem que acma é reproduzida.
Os «zalalas» foram comandados pelo capitão miliciano Davide de Oiveira Castro Dias e também jornadearam por Vista Alegre/Ponte do Dange, Songo e Carmona.
Os Cavaleiros do Norte de Santa Isabel foram comandados pelo capitão miliciano José Paulo de Oliveira Fernandes e também passaram pela vila do Quitexe e cidade de Carmona.
Dia 8 de Junho e na mesma cidade de Tomar, embora em locais diferentes, estarão a CCS, do capitão António Martins de Oliveira, e a 2ª. CCAV. 8423, do capitão miliciano José Manuel Romeira Pinto da Cruz.


domingo, 26 de maio de 2024

Algumas memórias dos Cavaleiros do Norte do BCAV. 8423 de 27 de Maio a 2 de Junho!



Algumas memórias dos Cavaleiros do Norte 
do BCAV. 8423 de 27 de Maio a 2 de Junho! 

- DIA 27 de Maio
de 2024!

Eurípedes Pavanito de 
Santa Isabel faz 72 anos 
em Alcácer do Sal !
Eurípedes Pavanitoo

O soldado Eurípedes Jacinto Peralta Pavanito foi Cavaleiro do Norte da 3ª. CCAV. 8423, a da Fazenda Santa Isabel, e festeja 72 anos a 27 de Maio de 2024! Hoje mesmo e em Alcácer do Sal.
Condutor-auto de especialidade militar, também jornadeou pela vila do Quitexe e cidade de Carmona (actual Uíge) e foi louvado porque «sempre se evidenciou como militar aprumado, brioso e leal», como se lê no louvor publicado na OS nº. 167, acrescentando que era «estimado por todos e extremamente zeloso do material que lhe foi confiado».
O louvor sublinha também que foi «voluntarioso em todas as missões que lhe tem sido distribuídas» e também «militar disciplinado e corretíssimo», que «enfrentou, com espírito de missão apreciável, todas as situações vividas pela sua Companhia».
Regressou a Portugal no dia 11 de Setembro de 1975, fixando-se no Bairro das Casas do Povo, em Alcácer do Sal. Mora actualmente na Quinta do Conde, em Sesimbra, para onde, e para ele, vai o nosso abraço de parabéns!
José Barbosa

José Barbosa de Aldeia 
Viçosa, festeja 72 anos 
em Gondomar !


O soldado condutor auto-rodas José dos Santos Barbosa, da 2ª. CCAV. 8423, festeja 71 anos a 27 de Maio de 2024. É hoje, o seu domingo de festa! 
Cavaleiro do Norte de Aldeia Viçosa e do capitão miliciano José Miguel Cruz, também jornadeou por Carmona e regressou a Portugal no dia 10 de Setembro de 1975, no final da sua comissão militar por aquelas terras do norte de Angola.
Regressou a Fânzeres, no concelho de Gondomar, a sua terra natal, lá se fixou e lá ainda reside, estando profissionalmente ligado à Agência Funerária Saramago. Para lá e para ele, vai o nosso abraço de parabéns
!

Rui Cardoso

Rui Cardoso de Zalala 
faria 72 anos. Faleceu
em 2018!

O soldado Rui Manuel Miranda Cardoso, Cavaleiro do Norte da 1ª. CCAV. 8423, faria 72 anos a 27 de Maio de 2024. Faleceu a 29 de Setembro de 2018. Há quase 6 anos!
Atirador de Cavalaria de especialidade militar e combatente da subunidade da Fazenda de Zalala do BCAV. 8423 - e depois de Vista Alegre/Ponte do Dange, Songo e Carmona -, regressou a Portugal no dia 9 de Setembro de 1975, fixando-se no Bairro do Cerco, no Porto, da freguesia de Campanhã.
Estofador de profissão, casou-se e logo depois mudou-se para Paredes, especializando-se como polidor. Mais tarde, voltou a ser estofador e de novo no Porto - onde acabou por falecer, vítima de doença.
O filho é o advogado João Cardoso e foi quem nos deu estas informaçoes e foto. Hoje o recordamos com saudade. RIP!!!

Carlos Carvalho

Carvalho de Santa
Isabel faleceu no Barcouço
da Mealhada !


O Carlos Carvalho, na foto ao lado (em imagem actual) faleceu no dia 27 de Maio de 2023, vitima de acidente de trabalho (agrícola) e foi autopsiado na morgue dos Hospitais da Universidade de Coimbra.
Nascido a 15 de Dezembro de 1952, tinha 70 anos e deixa viúva Maria Hermínia Duarte dos Santos Carvalho e duas filhas - Sónia e Emanuela -, os genros Paulo e José e 4 netos: Emmanuel, Thomaz, Lara e Hugo.
O funeral ealizouse no 31 de Maio de 2023, às 18 horas, com cerimónias na Igreja Paroquial de Barcouço, na Mealhada, indo a enterrar no cemitério local.
RIP!!! 


- DIA 28 DE MAIO!
Domingues de Zalala faz 
72 anos em Alvaiázere !


O soldado Ramiro Ferreira Domingues foi combatente da 1ª. CCAV. 8423, a da mítica Fazenda de Zalala, e festeja 72 anos a 28 de Maio de 2024.
Atirador de Cavalaria de especialidade militar, também jornadeou por Vista Alegre/Ponte do Dange, Songo e Carmona e é natural do lugar das Meirinhas de Baixo, da freguesia de Vermoim, no concelho de Pombal. E lá voltou no dia 9 de Setembro de 1975, depois de concluída a sua comissão militar em Angola, por terras uíjanas do norte.
Mora agora em Alvaiázere, onde hoje festeja 72 anos e para onde, e para ele, vão os nossos parabéns!
Mário Almeida

Almeida de Aldeia Viçosa
faz 72 anos em Oleiros !


O soldado Almeida, combatente da 2ª. CCAV. 8423, a de Aldeia Viçosa, festeja 72 anos a 28 de Maio de 2024.
Atirador de Cavalaria de especialidade militar, Mário Mendes de Almeida regressou a Portugal no dia 10 de Setembro de 1975, à sua natal terra de Vale do Orvalho, freguesia de Estreito, no município de Oleiros. Por lá fe(a)z a sua vida pessoal, familiar e profissional, ainda lá vive e para ele vai o nosso abraço de parabéns. 


- DIA 28!
Domingues de Zalala faz 
71 anos em Alvaiázere !


O soldado Ramiro Ferreira Domingues, combatente da 1ª. CCAV. 8423, a da mítica Fazenda de Zalala, festeja 71 anos a 28 de Maio de 2023.
Atirador de Cavalaria de especialidade militar, também jornadeou por Vista Alegre/Ponte do Dange, Songo e Carmona e é natural do lugar das Meirinhas de Baixo, da freguesia de Vermoim, no concelho de Pombal. E lá voltou no dia 9 de Setembro de 1975, depois de concluída a sua comissão militar em Angola, por terras uíjanas do norte.
Mora agora em Alvaiázere, onde hoje festeja 71 anos e para onde, e para ele, vão os nossos parabéns!
Mário Almeida

Mário Almeida de Aldeia 
Viçosa festeja 72 anos 
em Oleiros !

O soldado Almeida, combatente da 2ª. CCAV. 8423, a de Aldeia Viçosa, festeja 72 anos a 28 de Maio de 2024.
Atirador de Cavalaria de especialidade militar, Mário Mendes de Almeida regressou a Portugal no dia 10 de Setembro de 1975, à sua natal terra de Vale do Orvalho, freguesia de Estreito, no município de Oleiros. Por lá fe(a)z a sua vida pessoal, familiar e profissional, ainda lá vive e para ele vai o nosso abraço de parabéns. 


Manuel Gonçalves, 1º. 
cabo atirador de Zalala, 
faleceu há 11 anos !

O 1º. cabo Manuel da Costa Gonçalves, da 1ª. CCAV. 8423, a de Zalala, faria hoje 72 anos no dia 28 de Maio de 2024. Faleceu há quase 11 anos.
Atirador de Cavalaria de especialidade militar e combatente da subunidade comandada pelo capitão miliciano Davide Castro Dias, era natural da Brandoa, na Amadora, lá voltou a 9 de Setembro de 1975, no final da sua comissão militar em terras do Uíge angolano. 
A vida deu-lhe muitas voltas e, embora não conhecendo o motivo, sabemos que faleceu a 2 de Julho de 2013, aos 61 anos e quando morava no Laranjeiro, em Almada.
Hoje o recordamos com saudade! RIP!!
d
Cavaleiros do Norte do PELREC, já no Quitexe: 1º. cabo Joaquim Almeida (falecido a 28/02/2009), Messejana
(f. a 27/09/2009), Neves, 1º. cabo Soares (f. em ??/3/2019, Florêncio, Marcos, 1º. cabo Pinto, Caixarias e 1º.
cabo 
Florindo (enfermeiro). Em baixo, 1º. cabo Vicente (f. a 21/01/1997), furriel Viegas, Leal (f. a 18/06/2007),
 
1º. cabo Oliveira (TRMS), 1º. cabo Hipólito, Aurélio (Barbeiro), Madaleno e furriel Neto

O capitão António Oliveira, comandante da CCS, os alferes
milicianos Cruz, Ribeiro e Garcia e o furriel miliciano Viegas
 na sanzala do Cazenza, na saída do Quitexe para Camabatela.
Em destaque, nota-se a Igreja de Santa Maria de Deus


- ANO 1974.
há 50 anos!
A partida da CCS
para aAngola!

O dia 29 de Maio de há 50 anos, no distante e revolucionário 1974 foi, finalmente, o da partida da CCS do BCAV. 8423 para Luanda, onde chegou na manhã tropical do dia seguinte, num voo dos Transportes Aéreos Militares - os TAM.
O dia «acordou» sem quaisquer novidades especiais para os Cavaleiros do Norte da CCS que, no Destacamento ou nas messes do RC4 do Campo Militar de Santa Margarida aguardavam a partida para Angola - adiada da antevéspera, dia 27. 
Os homens da CCS que tinham ficado no quartel formaram sem grande rigor para o pequeno almoço do refeitório dos praças e a manhã decorreu tranquilamente, devagar e expectante, anda que com alguma ansiedade.
Quem tinha ido a casa nos dois dias do adiamento da partida para Angola, começou a chegar e sabia-se que a viagem para Lisboa, de autocarro, seria a meio da tarde.  Para o aeroporto de Lisboa.
Ninguém faltou na hora da partida do RC4, em Santa Margarida! E assim foi!


- DIA 31 de MAIO,
há 50 anos!
A viagem para Angola
dos Cavaleiros do Norte
de Zalala!


A 1ª. CCAV. 8423, a dos Cavaleiros do Norte da Fazenda de Zalala, partiu para Angola a 31 de Maio de 1974, voando ao aeroporto de Figo Maduro, em Lisboa, para o de  Luanda.
Comandada pelo capitão miliciano Davide de Oliveira Castro Dias (na foto ao lado), chegou a Zalala no dia 7 de Junho do mesmo ano, por lá se aquartelando até 25 de Dezembro, dia em que rodou para Vista Alegre e Destacamento de Ponte do Dange. E aqui esteve em actividades operacionais até que, a 24 de Abril, foi trans
ferida para o Songo e, mais tarde, a 6 de Junho de 1975, daqui para Carmona.
A capital do Uíge viria a ser aquartelamento para todo o BCAV. 8423 até 4 de Agosto, quando rodou para Luanda e parao Campo Militar do Grafanil: a CCS e a 1ª. CCAV. 8423 no dia 3 de Agosto, em duas levas de um DC2 e dois Nordatlas; a 2ª. CCAV. e a 3ª. CCAV. 8423 no dia 4, na célebre e epopeica coluna do adeus aos chãos do Uíge.

Refugiados de Carmona/Uíge na parada do BC12, já a serem evacuados. Os dias de há 49 anos foram
intensamente sofridos e o BCAV. 8423 acolheu mais de um milhar de civis da cidade, talvez mais de
 2000... e região uíjana,  
de todas as cores, políticas e credos
Mortos dos incidentes de Carmona, com combates começados
na madrugada de 1 de Junho de 1975. Há 48 anos!

- DIA 1 DE JUNHO
há 49 anos!
O primeiro dia dos trágicos
incidentes de Carmona!

A cidade de Carmona - a actual Uíge, capital desta província... - acordou ao som da metralha, do fogo e da morte espalhada pelos seus bairros e ruas, na madrugada de 1 de Junho de 1975.
Há 49 anos!
Os Cavaleiros do Norte do BCAV. 8423 cedo foram mobilizados para, a todo o custo, o custo que custasse... - mesmo que o da vida fosse... -, defenderem pessoas e bens. Quaisquer que fossem as pessoas, de qualquer cor, qualquer etnia e religião, de qualquer política... 
O pânico estava semeado e levedava entre a comunidade civil, nomeadamente a europeia. E regado a sangue, levedando medos por toda a cidade e bairros envolventes, logo mobilizando os Cavaleiros do Norte do BCAV 8423.
Os grupos operacionais «invadiram» a cidade, protegeram os edifícios públicos, o aeroporto, o Banco de Angola, o hospital e o abastecimento de água. Acudiram a quem, desesperadamente, pedia socorro nas ruas da cidade, espreitando das janelas e portas e acenando por auxílio.
«Graves incidentes estalaram ontem em Carmona, entre tropas do MPLA e da FNLA, obrigando à intervenção, até agora sem êxito, de uma equipa militar 
mista composta apor forças integradas dos três movimentos de libertação», noticiava o Diário de Lisboa do dia seguinte.

A ementa do encontro de 1996

- 1 de Junho 
de 1996!
O 2º. encontro anual
do BCAV. 8423 foi
há 28 anos!

O segundo encontro anual dos Cavaleiros do Norte do BCAV. 8423 realizou-se a 1 de Junho de 1996, no restaurante S. Sebastião, em Leiria.
O primeiro tinha sido em Águeda, no ano anterior e o de 1996 «mobilizou» muitos militares e bastantes familires.
Talvez mais de 500 pessoas!
Foi o último encontro com as 4 companhias juntas - já 
PELTRC´s em 1996: Madaleno, furriéis Monteiro,
Viegas e Neto,Caixarias, 1ºs. cabos Pinto e Cordeiro

que, a partir daí, passaram a reunir-se cada uma por si. Eram participantes em excesso, perdia-se a intimidade do peculiar deste tipo de encontros.
Dá-se o caso e a coincidência de, este ano, a 1ª. CCAV. 8423, a de Zalala, e a 3ª. CCAV. 8423, a de Santa Isabel, se irem encontrar no RC4, a 1 de Junho e para cerimónias conjuntas, mas seguindo depois para repastos separados. 
O dia 1 de de Junho de 1996 foi também o da última vez que nos achámos de saudades com o 1º. cabo Jorge Luís Domingos Vicente e o soldado Manuel Leal da Silva, ambos do PELREC - entretanto falecidos, respectivamente a 21 de Janeiro de 1997, em Vila Moreira, Alcanena, e a 18 de Junho de 2007, em Caixaria, Pombal, ambos de doença. 
Desse dia recordo também o feito notável (e provavelmente irrepetível...) de um companheiro que, para lá estar, estar no encontro, fez mais de 400 quilómetros de motorizada. 
Sozinho! 
«Tinha de estar, tinha de estar...», dizia e repetia ele, com os olhos a rir de alegria. Ainda hoje achamos isso verdadeiramente extradordinário!
Infelizmente, não nos lembramos do nome dele. Sequer de onde era, supondo que seria de Belmonte - o que não conseguimos confirmar.

João Teodósio em 1974
JT em 2018

Teodósio de Aldeia Viçosa,
faz 72 anos em Almeirim !


O 1º. cabo Teodósio, combatente da 2ª. CCAV. 8423, comemora 72 anos a 1 de Junho de 2024.
Cavaleiro do Norte da Companhia de Aldeia Viçosa, João Francisco Ribas Teodósio, é este o seu nome completo, foi mecânico-auto de especialidade militar e também passou por Carmona e pelo BC12, na sua jornada africana do uíjano norte de Angola.
Regressou a Portugal no dia 10 de Setembro de 1975, concluída a sua comissão angolana e à sua casa da Rua da Fé, em Almeirim. Mora agora no Bairro da Boa Esperança, também em Almeirim, para onde segue o nosso abraço de parabéns!

domingo, 19 de maio de 2024

Algumas memórias dos Cavaleiros do Norte do BCAV. 8423 dos dias 20 a 26 de Maio!

 



Algumas pessoas e momentos dos Cavaleiros do Norte do BCAV. 8423 dos dias 20 a 26 de Maio, evocando memórias da jornada africana por terra do Uíge angolano!
Manuel A. Novo


- DIA 20 DE MAIO,
ANO DE 2024!
A morte do 1º. cabo Manuel
Novo da 3ª. CCAV. 8423!

O 1º. cabo Manuel de Almeida Novo, dos Cavaleiros do Norte da 1ª. CCAV. 8423, festejaria 72 anos a 20 de Maio de 2024. Hoje. Faleceu a 14 de Janeiro de 2022.
Apontador de morteiros médios de especialidade militar e natural de Paraduça, povoação da freguesia de Calde, do concelho e distrito de Viseu, e lá voltou a 9 de Setembro de 1975, no final da sua comissão angolana.
A vida profissional levou-o para a bairradina zona de Oliveira do Bairro, onde várias vezes o tentámos achar. Sem sucesso.
Soubemos, entretanto, que faleceu a 14 de Janeiro de 2022, há pouco mais de um ano e com 69 anos, no lugar da Murta, da bairradina freguesia e município de Oliveira do Bairro. Casado e pai de duas filhas, morava a escassos 10 quilómetros da base deste blogue, mas, ironicamente, repetindo-nos, a vida nunca nos fez (re)encontrar.

João Monteiro (o Gasolinas)
hoje operado no Porto

João Monteiro: o
1º. cabo Gasolinas
(em 1974/1975)


- DIA 21 DE MAIO,
ANO DE 2023!
A operação do 1º. cabo 
Monteiro -  Gasolinas!

O 1º. cabo João Monteiro foi operado ño Hospital de Santo António, na cidade do Porto, e «tudo correu bem». A 21 de Maio de 2023.
João Fernando de Carvalho Dias Monteiro foi
1º. cabo de Combustíveis e Lubrificantes - disso nascendo o imortal apelido/alcunha de Gasolinas. Que ele adora, de resto!
Pescador de vício de uma vida inteira, caiu ao Rio Douro de uma altura de 5 metros - e exactamente quando pescava - e 
nas rochas da margem da Alameda Basílio Teles, em Lordelo do Ouro, sofrendo ferimentos graves.
O alerta foi dado cerca das 13 horas do dia 7 de Maio de 2023, lá se deslocando os Bombeiros Sapadores do Porto e uma equipa da viatura médica de emergência e reanimação do Hospital de Santo António, que transportaram o Monteiro (Gasolinas) para esta unidade hospitalar - onde foi operado e  restabeleceu.
O comandante Almeida e Brito (falecido a 20/06/2003)
 e o capitão José Paulo Falcão (f. a 09/12/2019). O
alferes José Leonel Hermida faeceu a 16/01/2023


- DIA 22 DE MAIO,
ANO DE 1974!
Os primeiros Cavaleiros 
do Norte em Angola!

O dia 22 de Maio de 1974, há 50 anos, foi o da chegada a Luanda dos três primeiros Cavaleiros do Norte do BCAV. 8423: o tenente-coronel Almeida e Brito, o capitão Falcão e o alferes miliciano Hermida, respectivamente comandante, oficial adjunto e oficial de transmissões.
O desembarque foi no AB9 e, logo após a sua chegada, «finalmente teve o BCAV. conhecimento do seu local de destino», o Quitexe e subunidades de Zalala, Aldeia Viçosa e Santa Isabel - que o livro «História da Unidade» aponta como «terra promissora de Angola, capital do café e vila-mártir de 1961». Seria no local, lê-se o mesmo livro, «onde o BCAV. 8423 iria estabelecer-se em Sector, com vista a dar consecução ao problema de paz que o MFA pretende obter».
O comandante Almeida e Brito, em Luanda, teve diversos contactos, ora no Quartel General da RMA, ora no Comando Chefe das Forças Armadas de Angola. A 27 de Maio, em avião da Força Aérea e com o capitão Falcão, voou para a Base Aérea do Negage - onde foi recebido pelo comandante do BCAÇ. 4211 (que nós íamos substituir). Passaram pela ZMN e CSU e foram ao Quitexe, onde «os primeiros contactos, que foram muito superficiais» para o comandante Almeida e Brito, «uma vez que ali fora oficial adjunto do BCAV. 1917, em 1968».
Augusto Hipólito, 1º. cabo que hoje faz 71 anos (em
França), furriel José Monteiro e 1º. cabo Joaquim
Almeida (falecido a 28 de Fevereiro de 2009, de
doença e em Penamacor)

- DIA 23 DE MAIO,
ANO DE 2024!
Hipólito em França e
em festa de 72 anos !


Augusto de Sousa Hipólito foi 1º. cabo da CCS dos Cavaleiros do Norte do Quitexe e hoje festeja
 72 anos. Em França, onde há muitos está está emigrado!
Especialista de Reconhecimento e Informação e integrou o PELREC do BCAV. 8423, nele se afirmando como militar garboso, disciplinado, colaborante e sempre cumpridor das suas tarefas e obrigações. 
Transmontano natural de Vinhais, morava na Azinhaga da Flamenga, na freguesia de Marvila, em Lisboa, quando foi mobilizado para Angola, e lá regressou a 8 de Setembro de 1975. A vida levou-o a emigrar para França, já no distante ano de 1978 e para Reims, onde se radicou, agora já aposentado de uma vida de trabalho na área da construção civil.


Ferreira do PELREC
72 anos em Almada !


O soldado Alberto dos Santos Ferreira foi atirador de Cavalaria do PELREC da CCS e festeja 72 anos a 23 de Maio de 2024.
Também prestou serviços como quarteleiro do depósito de géneros do Quitexe, o que lhe valeu louvor do comandante da CCS, o capitão António Martins de Oliveira.
«Desempenhou as funções com muito acerto, honestidade e maior boa vontade, de forma que nas conferências mensais de armazém, nunca fora notadas quaisquer anomalias, pelo que se torna inteiramente merecedor da confiança nele depositada», sublinha o louvor, publicado na Ordem de Serviço nº. 163.
O Ferreira regressou e mora na Sobreda da Caparica, em Almada, aposentado de uma vida de muito trabalho na área da construção civil.
Manuel AugstoO


DIA 24 DE MAIO,
ANO DE 1974!
A morte do sapador
Nunes, o Amarante!

O soldado Manuel Augusto Nunes faleceu há exactamente 24 anos, vítima de doença - a 24 de Maio de 2000.
Sapador de infantaria e popularmente conhecido pelo nome da sua cidade natal (Amarante, era o Amarante...), integrou o Pelotão de Sapadores da CCS dos Cavaleiros do Norte, comandado pelo alferes miliciano Jaime Ribeiro.
Regressou a Portugal no dia 8 de Setembro de 1975 e fixou-se no lugar de Estradinha, em Telões (Amarante), de onde era natural. Sabemos que se consorciou com uma senhora relativamente mais velha e que não teve filhos. Morreu de doença, aos 48 anos - que tinha feito a 6 de Fevereiro desse mesmo ano.

José Nunes,
o Valetas


Nunes, o Valetas de Zalala,
faleceu em Castelo Branco!


O soldado José Gonçalves Nunes foi, por terras africanas do nortenho Uíge de Angola, popularizado com um epíteto: era o Valetas.
Atirador de Cavalaria da 1ª. CCAV. 8423, faleceu a 24 de Maio de 2018. Há exactamente 6 anos!
Cavaleiro do Norte de Zalala, e depois de Vista Alegre/Ponte do Dange, Songo e Carmona, integrou o 4º. Grupo de Combate, comandado pelo alferes miliciano Lains dos Santos, e regressou a Portugal no dia 9 de Setembro de 1975, à sua natal terra de Lendiscais, freguesia de Castelo Branco, onde nasceu a 10 de Junho de 1952.
A vida levou-o até terras de França, onde muitos anos esteve emigrado, e sabemos que, profissionalmente, foi operador de máquinas, casado e com dois filhos - um casal.
Hoje o recordamos com saudade! RIP!!!


DIA 25 DE MAIO,
ANO DE 2024!
João Machado
alferes miliciano
Alferes Machado, 72
anos na Amadora !


O alferes miliciano João Francisco Pereira Machado festeja 71 anos a 26 de Maio de 2024.
Oficial de Operações Especiais (Rangers) e da 2ª. CCAV. 8423, foi louvado pelo Comando Territorial de Carmona «pelas qualidades demonstradas no decurso da sua comissão de serviço na RMA», por proposta do tenente-coronel Almeida e Brito, comandante do BCAV. 8423.
O louvor refere as suas funções de comandante de um Grupo de Combate da 2ª. CCAV. 8423 e «posteriormente como adjunto do comandante de Companhia», sublinhando que «cotou-se como um bom oficial (...), de elevado sentido de servir e de extrema dedicação», nomeadamente, precisa o documento,  «merecendo destaque a sua actuação no decurso dos graves incidentes vividos na cidade de Carmona no mês de Junho».
João Machado regressou a Portugal e a Lisboa, onde residia, no dia 10 de Setembro de 1975, fazendo carreira como quadro da Autoridade Tributária (Finanças). Já aposentado, mora na Amadora, cidade  para onde vai o nosso abraço de parabéns!  

O soldado clarim José Caetano e o furriel Viegas
no estádio do Bessa e em Agosto de 2016


Caetano, clarim da CCS, 
72 anos em VN de Gaia !

O soldado clarim José António Cardoso Caetano, da CCS, no Quitexe e em Carmona, comemora 72 anos a 25 de Maio de 2024. 
O Caetano, em boa verdade, nasceu  semanas antes, a 10 de Abril de 1952, mas só foi oficialmente registado a 25 de Maio do mesmo ano. Como era muito usual por esse tempo!
Cavaleiro do Norte do BCAV. 8423, José António Cardoso Caetano é oriundo da cidade do Porto e lá voltou a 8 de Setembro de 1975, no final da sua (e nossa) comissão militar africana por terras do norte de Angola, pelos chãos do Uíge. 
Ferveroso adepto do Boavista, já está aposentado e mora agora em Vila Nova de Gaia, na Rua das Oliveiras, para onde vai o nosso abraço de parabéns. A dobrar, no seu caso!


- DIA 26 de MAIO,
ANO DE 2024!
Oliveira de Santa Isabel
72 anos em Guimarães !


O soldado Fernando da Silva Oliveira foi apontador de morteiros médios de especialidade militar e combatente da 3ª. CCAV. 8423, a da Fazenda Santa Isabel. 
Cavaleiro do Norte do BCAV. 8423 e natural do lugar de Sub-Estrada, em Nespereira, freguesia de Pinheiro, no concelho de Guimarães, foi lá que voltou a 11 de Setembro de 1975, cumprida a sua comissão militar por terras do norte de Angola: Quitexe e Carmona, além da Fazenda Santa Isabel. Também pelo Quitexe e pela cidade de Carmona! 
Por lá terá feito vida familiar e profissional e dele nada mais sabemos, a não ser que amanhã festeja(rá) 72 anos. Alguém nos poderá dar notícias dele? Parabéns!


Ferrão, cozinheiro de Santa
Isabel, faz 72 anos em Seia !

O soldado Mário Jorge da Costa Ferrão foi cozinheiro e combatente da 3ª. CCAV. 8423, festeja 72 anos a 26 de Maio de 2023.
Cavaleiro do Norte da Companhia comandada pelo capitão miliciano José Paulo de Oliveira Fernandes, a da Fazenda Santa Isabel, também jornadeou pelo Quitexe e Carmona, tendo regressado a Portugal no dia 11 de Setembro de 1975, no final da sua comissão militar africana por terras do norte de Angola. 
Actualmente morador na freguesia de Paranhos da Beira, no município serrano de Seia, para lá «cozinhamos» o nosso abraço de parabéns!


domingo, 12 de maio de 2024

Algumas memórias dos Cavaleiros do Norte do BCAV. 8423 e dos dias 12 a 19 de Maio!





Algumas memórias dos Cavaleiros do 
Norte do BCAV. 8423 e dos dias 12 a 19 de Maio
Luís Machado
sargento-ajudante

- 1974: Apresentação de Luís 
Machado,sargento-ajudante 
do BCAV. 8423!

O sargento-ajudante Luís Ferreira Leita Machado, do SGE, apresentou-se no RC4 e no BCAV. 8423 a 12 de Maio de 1974, há precisamente 50 anos e a muito poucos dias antes do embarque para Angola.
Serviu na secretaria do Comando do Batalhão e nasceu a 15 de Maio de 1920, na cidade de Évora. Tinha 54/55 anos no tempo da nossa jornada africana do Uíge angolano e, após a passagem à aposentação, fixou-se em Évora, onde faleceu aos 80 anos, a 12 de Julho de 2000. 
Não tarda, há 24 anos.
Foi militar profissional muito respeitado e acarinhado pela classe de furriéis milicianos, com quem partilhava o bar e messe de sargentos, e hoje o recordamos com saudade! 

O 1º. cabo José Mendes e o furriel Viegas
em Lisboa, no mês de Abril de 2016

- Dia 13 de 2024: Mendes, 1º. cabo TRMS, 72 anos em Lisboa !

O 1º. cabo da Fonseca Mendes foi Cavaleiro do Norte das Transmissões da CCS e comemora 72 anos a 13 de Maio de 2024.
Natural de Alvoco da Várzea, em Oliveira do Hospital, de lá saiu aos 10 anos, para Lisboa, para trabalhar como ardina. Passou depois pela área eléctrica, no Calvário (aos 14), também por uma marcenaria e, aos 17 para os 18, fixou-se na área da restauração - colaborando na tasca de um irmão, na Praça da Armada.
Cumprida a jornada angolana do Uíge, regressou a Portugal no dia 8 de Setembro de 1975 e , em 1987, fez obras numa mercearia próxima do Palácio das Necessidades e tornou-se empresário de restauração, dono e gestor do Restaurante A Travessa. Onde o «achámos» em Abril de 2016 (ele na foto, a falar com o furriel José Pires, tabem TRMS).

José Neves, atrás,
e João Messejana

- 1974: Neves, atirador, 
72 anos em Sintra!

O soldado José Coutinho das Neves foi combatente da CCS e faz 72 anos a 13 de Maio de 2024.
Atirador de Cavalaria, s
ofria de problemas epiléticos e, num dos seus ataques, disparou uma rajada de G3 na arrecadação que funcionava no edifício do bar dos soldados, na avenida do Quitexe e quase em frente à messe de oficiais. Felizmente, sem quaisquer feridos. Largou a arma e esta, encravada, deixou de disparar.
Regressou a Portugal no dia 8 de Setembro de 1975 e fixou-se em Rio de Mouro, concelho de Sintra - onde ainda residirá, na Travessa da Lapa, em Cabriz. 
Brites da Costa,
condutor. Será?


- 2024: Brites, condutor 
da CCS, 72 anos!

O soldado Manuel Brites da Costa, condutor-auto da CCS dos Cavaleiros do Norte do BCAV. 8423, faz (fará) 72 anos a 13 de Maio de 2024.
Natural de Atouguia, no concelho de Torres Novas, lá regressou no final da sua (e nossa) comissão militar em Angola - pelos chãos do Uíge. Nada mais dele sabemos, apesar de, no seu domicílio do tempo, já ter sido procurado pelo Raúl Caixarias - que por perto por lá mora. Eventualmente, terá emigrado. Não sabemos. Para onde quer que se encontre, os nossos parabéns
!


José G. Coelho

- 2024: Coelho, sapador da 
CCS, faleceu há 17 anos !

O soldado José Gomes Coelho, da CCS dos Cavaleiros do Norte do BCAV. 8423, faleceu há 17 anos, a 13 de Maio de 2007, de doença e em Penafiel.
Sapador de especialidade militar,  regressou a Portugal no dia 8 de Setembro de 1975, fixando-se em Real de Cima, freguesia de Oldrões, em Penafiel, a sua terra natal. Trabalhou como carpinteiro na Universidade do Porto e a saúde levou-o à reforma antecipada, aos 55 anos. Que pouco «gozou».
«Teve um tumor cerebral e nunca quis ser operado», disse-nos a filha Ângela, há já 15 anos, quando o procurávamos para o encontro de Águeda. 
Maria Elisa de Sousa Ferreira, a viúva e na mesma altura, tinha-nos dado a notícia da sua morte, precisamente dois anos antes, dando-nos conta que o casal teve duas filhas e que o Coelho ainda conheceu dois netos.
Está sepultado no cemitério paroquial de Oldrões da Calçada, em Penafiel.


José Louro, 1º.
cabo sapador
- 2024, dia 14: Louro, 1º. cabo 
sapador da CCS, faria 72 anos!

O 1º. cabo sapador José Adriano Nunes Louro, da CCS do BCAV. 8423, faria 72 anos a 14 de Maio de 2024, mas faleceu a 23 de Julho de 2008.
Sapador de especialidade militar, regressou a Portugal no dia 8 de Setembro de 1975, a Casal do Pinheiro, freguesia de Casais, em Tomar.
Após a morte por doença (cancerosa) da sua esposa e sendo-lhe diagnosticada a mesma doença pouco depois, assumiu o suicídio, falecendo naquela data de há 16 anos - depedindo-se da vida em carta deixada ao filho (também ele militar, mas de carreira).


Baltazar Brites

- 2024: Baltazar Brites, 72 
anos em S. João da Pesqueira!

O soldado Baltazar Serafim Brites foi combatente da CCS do BCAV. 8423 e festeja 72 anos a 15 de Maio de 2024.
Sapador de especialidade militar, regressou a Portugal no dia 8 de Setembro de 1975, a Sarzedinho, em Ervedosa do Douro, em S. João da Pesqueira.
Já antes emigrante em França, emigrante voltou a ser depois da jornada angolana, mas então por terras da Suíça e atá á sua reforma profissional.
Em 1996, para participar no encontro do Pombal do BCAV. 8423, fez 12 foras de comboio. «Entrei no Pinhão, fui até ao Porto e daqui até a Pombal. E fiz a viagem de regresso, para aí umas 6 horas para cada lado».
«Quero ver se para o ano estou...», disse-nos ele em Maio de 2019. Não foi, afinal!
Esperamos reencontrá-lo este ano, a 8 de Junho, em Tomar.

Alferes  miliciano Ma-
nuel Meneses Alves

Alferes Meneses Alves
faleceu há 11 anos!


O alferes miliciano atirador Manuel Meneses Alves, da 2ª. CCAV. 8423, a de Aldeia Viçosa, faleceu a 15 de Maio de 2013, há precisamente 11 anos, de doença e em Leiria.
Rodou de Cabinda e da CCS do BCAÇ. 4519 em Fevereiro de 1975, notabilizando-se em Carmona quando, a 13 de Abril deste mesmo ano, «actuou de forma rápida, decidida e enérgica», pondo fim a «uma manifestação não autorizada superiormente (...), na qual se verificou confronto entre dois movimentos emancipalistas, com uso de armas de fogo, na via pública».
Regressado a Portugal, foi empresário do sector das carnes em Leiria e, sabendo do seu estado de saúde, por duas vezes organizou almoços de despedida da família e amigos. 

Joaquim António
A. Rodrigues

- DIA 16: Rodrigues da 2ª. 
CCAV. faz 72 anos em Camarate!

O soldado Joaquim António de Almeida Rodrigues, da 2ª. CCAV. 8423, a de Aldeia Viçosa, festeja 72 anos a 16 de Maio de 2023.
Cavaleiro do Norte especialista de transmissões, regressou a Portugal no dia 10 de Setembro de 1975, no final da sua comissão de serviço, de 15 meses, por terras do Uíge angolano. Regressou a Camarate, no concelho de Loures, onde morava e onde ainda reside.
Furriel  Victor Guedes



- DIA 17: Victor Guedes,
furriel de Santa Isabel,
faria 72 anos !


O furriel miliciano Victor Mateus Ribeiro Guedes foi especialista de armamento pesado e integrou a 3ª. CCAV. 8423, da Fazenda de Santa Isabel, comandada pelo capitão miliciano José Paulo Fernandes.
Lá aquartelou entre 11 de Junho e 10 de Dezembro de 1974, quando a Companhia rodou para o Quitexe e aqui esteve até 8 de Julho, quando foi para a cidade de Carmona. Hoje, faria 72 anos!
Faleceu, supostamente de doença, a 16 de Abril de 1998, aos 46 anos de idade. Muito novo! Tinha nascido a 17 de Abril de 1952 e hoje o recordamos com imensa saudade. RIP!!!
O furriel João
Rito, em imagem
de civil

A trágica morte 
do furriel Rito !


O furriel miliciano João Correia Marques Rito foi Cavaleiro do Norte da 1ª. CCAV. 8423, a de Zalala, e faleceu, em condições trágicas e ainda não esclarecidas, a 17 de Maio de 2008. Há 16 anos.
Natural de Salgueira, freguesia da Freixianda, em (Vila Nova de) Ourém, e lá voltou, por lá fazendo vida, celibatário por opção (embora se lhe reconheçam algumas paixões), trabalhando na área das resinas.
A 17 de Maio de 2008, o seu cadáver apareceu abandonado numa estrada de Albergaria dos Doze - ainda hoje não se sabendo se ali foi atropelado e não assistido, abandonado, ou se, morto noutro lado, ali foi deixado por quem (sabe-se lá quem...) o terá vitimado. Nunca se saberá!



Carlos Manuel
V. Quaresma


- DIA 18: Quaresma de 
Aldeia Viçosa faz 72 anos!

O soldado Carlos Manuel Versos Quaresma foi Cavaleiro do Norte da 2ª. CCAV. 8423, a da vila de Aldeia Viçosa e do capitão José Manuel Cruz, festeja 72 anos a 18 de Maio de 2024.
Atirador de Cavalaria de especialidade militar, é natural (e lá reside) da freguesia de Ferro (no lugar de Monte Serrano), no concelho da Covilhã, aonde regressou no final da sua comissão militar angolana, ao norte e pelo Uíge - a 10 de Setembro de 1975),
É lá que neste dia 19 de Maio comemorará 72 anos!




Miguel Teixeira e José Maria Almeida, 1ºs. cabos da CCS
do BCAV. 8423, a saborearem um bom «canhangulo» e
matando a sede angolana de há 49 anos!

- DIA 19: Miguel, 1º. cabo 
da  CCS, 72 anos na Senhora 
da Hora!

O 1º. cabo Miguel Soares Teixeira, da CCS do BCAV. 8423, comemora 72 anos.
Escriturário de especialidade militar, na secretaria do 1º. sargento José Claudino Luzia, também foi «impedido» na messe de oficiais - tal qual o 1º. cabo José Maria Antunes de Almeida, que com ele nesta foto em que os reordamos.
Natural de Ramalde, freguesia do Porto, lá voltou no dia 8 de Setembro de 1975 e, profissionalmente, fez carreira na área das artes gráficas - agora já aposentado e a morar na Senhora da Hora.


Maia de Zalala e
da 1ª. CCAV. 8423
Maia de Zalala, 72 anos
em Castelo da Maia !


O soldado Manuel Maia da Costa foi Cavaleiro do Norte da 1ª. CCAV. 8423, a da Fazenda Maria João, a da mítica Zalala e do comando do capitão miliciano Davide Castro Dias. Festeja 71 anos a 19 de Maio de 2023.
Atirador de Cavalaria de especialidade militar, também jornadeou depois de Vista Alegre/Ponte do Dange e pelas cidade do Songo e de Carmona, como combatente integrado no  2º. Grupo de Combate, o do alferes miliciano Carlos Sampaio. Regressou a Portugal no dia 9 de Setembro de 1975, fixando-se em Mandim, lugar da freguesia de Barca, na Maia.  Mora agora em Gondim, da freguesia de Castelo da Maia, também do município maiato, onde é lacador de profissão.