sábado, 4 de março de 2017

3 690 - O regresso dos atiradores e apresentação de mais Cavaleiros!

Cavaleiros do Norte: 1º. cabo Victor Vicente (apontador de morteiros) e Eduar-
do 
Tomé (Sintra, o Mercedes, condutor), ambos da 2ª. CCAV. 8423,  a de Aldeia

 Viçosa; e os 1ºs. cabos Victor Florindo  e Alfredo Coelho (Buraquinho). O Tomé e
 o Florindo apresentaram-se no BCAV. 84233 a 4 de Março de 1974. 
Há precisamente 43 anos e entre outros mobilizados!


Cavaleiros do Norte da 1ª. CCAV. 8423, a de Zalala e
 em 1974: furriel José António Nascimento, alferes Mário
  Jorge Sousa e soldado Inácio Gonçalves
A Ordem de Serviço nº. 73, do RC4 e de 28 de Março de 1974, «desde 4 de Março de 1974, seja formado o BCAV. 8423, com a seguinte composição: CCS, 1ª. CCAV., 2ª. CCAV. e 3ª. CCAV.». 
A curiosidade tem a ver com o primeiro parágrafo do Livro de Unidade: «Pode dizer-se que o BCAV. 8423 começou a existir cerca de Outubro/Novembro de 1973, com a mobilização da maioria dos quadros e tendo como unidade mobiliza-
dora o RC4»,  com destino a Angola.
A Ordem de Serviço nº. 73, do RC4, de 1974, regista a
 formação do BCAV. 8423 e a extinção dos respectivos
Esquadrões de Instrução, quanto aos atiradores
Então, foi em Outubro/Novembro de 1973 ou 4 de Março de 1974?
Talvez as duas coisas e a mesma Ordem de Serviço (a 73), no artigo 9º., ajuda nesta conclusão, pois regista que «desde 4 de Março de 1974, sejam extintos os seguintes esquadrões de instrução: o 4º. EI, o 5º. EI e o 6º. EI». Que eram os esquadrões de instrução nos quais, desde 8 de Janeiro desse mesmo ano, vinha a ser (foi) ministrada na chamada Escola de Recrutas, de que eram formadores os futuros alferes milicianos e furriéis milicianos atirador de Cavalaria e de Operações Especiais (Rangers). A partir do Destacamento do RC4, para trás do edifício do Cinema, e também pela mítica Mata do Soares.
A ele voltaria todo o BCAV. 8423, nomeadamente quando se realizou o IAO (Instrução Altamente Operacional, ou Instrução de Aperfeiçoamento Operacional) - que antecipava a viagem para as frentes africanas de combate. Para Angola, no caso dos Cavaleiro do Norte.

Mais futuros Cavaleiros
do Norte do BCAV. 8423

O dia 4 de Março de 1974, há precisamente 43 anos!, foi uma segunda-feira e data de regresso dos atiradores de Cavalaria que tinham acabado a Escola de Recrutas (em férias desde 22 de Fevereiro).
Foi também o de apresentação de mais uma «mão-cheia» futuros Cavaleiros do Norte, no RC4 e todos especialistas de diversas áreas, de passagem para o BCAV. 8423 e «por terem sido nomeados para servir no ultramar».
Apresentaram-se pelos men os 19: 7 na CCS (a futura companhia do Quitexe), 2 na 1ª. CCAV. 8423 (a de Zalala), 3 na 2ª. CCAV. 8423, a de Aldeia Viçosa) e também 7 na 3ª. CCAV. 8423 (a da Fazenda Santa Isabel). 

1º. cabo Monteiro

CCS, a do 

Quitexe

- Victor Manuel Nogueira Florindo, 1º. cabo enfermeiro, às 10 horas e transferido da Escola Prática de Cavalaria, em Santarém. É natural e residente na cidade do Cartaxo, onde tem (e gere) a Taberna da Carraxana.
1º. cabo Malheiro
na actualidade
- 1º. cabo Porfírio Tomás Malheiro de Jesus, 1º. cabo de reparação e manutenção de material, às 19 horas e transferido da CD. Natural e residente em Foral, Santo Tirso.
- Silvério Teixeira Cardoso, 1º. cabo sapador de infantaria, às 10 horas e transferido do Regimento de Artilharia Anti-Aérea Fixa (RAAF), em Queluz. Natural da Feira da Lomba, freguesia de Cerva, concelho de Ribeira de Pena.
- João Fernando Carvalho Dias Monteiro, 1º. cabo (Gasolinas), às 22 horas, ido do 2º. GC. De Braz Oleiro, Águas Santas, Maia.
A. Pereira,
mecânico CCD
- Carlos Alberto Morais da Silva, soldado cortador, vindo do 2º. GC, às 22 horas. É de Sanfins da Castanheira, em Chaves.
- José António da Silva Costa, soldado de transmissões, transferido do Batalhão de Sapadores dos Caminhos de Ferro (BSCF), no Entroncamento e às 22 horas. É do Porto.
- António Clara Pereira, soldado mecânico-auto, ido da CD. É natural da freguesia da Carregueira, concelho de Mação.

1ª. CCAV. 8423, 
a de Zalala

- César Armando Araújo da Silva Rocha, 1º. cabo padeiro, às 22 horas, ido do 2º. GC. Natural do Bairro do Cerco do Porto, em Campanhã, na cidade do Porto.
- Adérito dos Santos Reis Barros, soldado atirador, ido da Escola Prática de Cavalaria, às 10 horas. É natural da Sobreira, freguesia de Canidelo, concelho de Murça.

2ª. CCAV. 8423, a
de Aldeia Viçosa

- 1º. cabo Rui Alberto Pacheco dos Santos, 1º. cabo padeiro, transferido do 2º. GC, às 22 horas.
- José dos Santos Barbosa, soldado condutor e ido da Escola Prática de Cavalaria, às 10 horas.
- Eduardo Pedro Tomé, soldado condutor e ido da Escola Prática de Cavalaria, em Santarém, às 10 horas. Natural de Alvarinhos, em S. João das Lamas, concelho de Sintra.

3ª. CCAV. 8423, a
de Santa Isabel
H. Ramos, da
3ª. CCAV. 8423

- 1º. cabo Desidério António Bexiga Bolrinha, 1º. cabo padeiro, ido do 2º. GC e às 22 horas. De  Olivais Norte, em Lisboa.
- Domingos Meira Rodrigues Ferreira, soldado condutor, ido da Escola Prática de Cavalaria, em Santarém e às 10 horas. Da Cova, freguesia da Meadela, em Viana do Castelo.
- Manuel Reis Rocha, soldado condutor, transferido da Escola Prática de Cavalaria, em Santarém e às 10 horas. Natural de Arneiros de Fora, em Maiorca, Figueira da Foz.
- Henrique Ferreira Ramos, soldado condutor, transferido da Escola Prática de Cavalaria, em Santarém e às 10 horas. Dos Silveirinhos, em S. Pedro da Cova.
- Victor Manuel Gouveia Jacinto, soldado condutor, ido da Escola Prática de Cavalaria, em Santarém e às 10 horas. De Fazendas de Almeirim, em Almeirim.
- Manuel Augusto Marques Mendes, soldado condutor, ido da Escola Prática de Cavalaria, em Santarém e às 10 horas. De Comarca de Cima, em Avelar.
- Ricardo da Conceição Botelho, soldado de transmissões e transferido do Batalhão de Sapadores dos Caminhos de Ferro (BSCF), aquartelado no Entroncamento e às 22 horas. Natural de Afonseira, no concelho do Montijo.

Sem comentários:

Enviar um comentário