segunda-feira, 18 de agosto de 2014

2 247 - A FNLA em Lucala e à volta de Luanda

Cavaleiros do Norte da CCS: 1º. cabo Almeida, Messejana, Neves, 1º. cabo Soares, Florêncio, 1º. cabo  Silvestre, Marcos, Pinto, Caixarias e 1º. cabo Florindo (enfermeiro), em cima. Em baixo. 1º. cabo Vicente, furriel Viegas, Francisco Leal, 1º. cabo Oliveira (transmissões), 1º. cabo Hipólito, Madaleno e furriel Neto. O PELREC, pronto a sair para mais uma operação


A 17 de Agosto de 1975, a FNLA reconquistou Lucala mas não fez o mesmo ao Caxito, a principal «parede» de entrada na capital, Luanda. Era em Luanda que os Cavaleiros do Norte continuavam a cortar dias no calendário. 
A CCS partiria no navio «Niassa», de Luanda para Lisboa, a 8 de Setembro.
Era Luanda o grande objectivo da FNLA e, segundo o Diário de Lisboa, de 18 de Agosto, a reconquista de Lucala tinha sido resultado de «um outro golpe de força poderá envolver 10 000 homens do ELNA». Lucala, recordemos, era localidade importante do eixo Luanda-Luso, entre Salazar e Malanje. Por lá passaram os Cavaleiros do Norte, pelas 14 horas de 5 de Agosto - depois de um héli do reconhecimento aéreo ter sido alvejado. E ali foi abandonada uma viatura, avariada.
«Travaram-se violentos combates, que ainda não terminaram, pois a FNLA manifestou o objectivo de avançar para Salazar», relatava o Diário de Lisboa de 18 de Agosto de 1975. Salazar estava na posse do MPLA há algumas semanas.



Sem comentários:

Enviar um comentário